Meu nome é Caroline de Oliveira Bertolino, e tenho um grande interesse sobre a natureza do ser humano desde muito pequena. Sempre me deparei com questões como “Qual é o sentido da vida?” e “O que é felicidade?”.

A prática da meditação acabou se inserindo na minha vida sincronicamente por volta dos meus 16 anos, e a partir disso tomei a decisão de estudar Psicologia e, ao fim da graduação, realizar a pós-graduação em Arteterapia. Ainda insatisfeita com o conhecimento trazido pela Psicologia Ocidental, na época com um viés ainda mais assistencialista e pouco preventivo, segui procurando respostas de como contribuir com a felicidade genuína das pessoas sem que elas precisassem chegar ao limite de precisar de algum tratamento.

Essa resposta começou a surgir através de uma aproximação com o budismo, e se mostrou mais clara no primeiro retiro que fiz com o Professor Alan Wallace (professor e praticante de meditação, além de pesquisador, físico e fundador do Santa Barbara Institute for Consciousness Studies). Foi aí que decidi, em 2013, realizar a formação no treinamento para facilitadores do programa Cultivating Emotional Balance, com a Eve Ekman e o Alan Wallace. Pessoal e profissionalmente, essa experiência maravilhosa me abriu uma possibilidade que parecia tão distante no campo da ciência ocidental: instrumentalizar as pessoas com ferramentas que contribuem para o cultivo da felicidade genuína e do equilíbrio emocional.

Através desse programa e de todas as ferramentas voltadas para cultivar a compaixão, descobri o programa da Kristin Neff – que me pareceu complementar e também necessário para a minha prática pessoal. Em 2014, participei do programa Mindful Self Compassion, com a Kristin Neff e o Christopher Germer – outro enorme presente!

Em 2015, participei do curso de formação em Comunicação Não Violenta com Sven Frölich, o que contribuiu para desenvolver outros métodos que contribuam com o florescimento humano.

Atualmente, realizo o Mestrado na Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre, com o propósito de pesquisar os impactos do programa Cultivating Emotional Balance no desenvolvimento de comportamentos pró-sociais, como a compaixão. Também tenho me dedicado bastante ao tema da Autocompaixão, e comecei um blog para divulgar as práticas e a agenda de cursos sobre esse assunto.

Contato: carolinebertolino@gmail.com

Blog: www.autocompaixao.wordpress.com

Facebook:

https://www.facebook.com/caroline.bertolino.12

https://www.facebook.com/autocompaixao